Telescópio VISTA


O telescópio europeu VISTA lançado pelo ESO (European Southern Observatory), é o maior telescópio dedicado ao mapeamento do céu, foi desenvolvido em um projeto que envolveu 18 universidades do Reino Unido. E já descobriu aglomerados de estrelas muito antigos na Via Láctea e da galáxia Fornax, uma galáxia Anã, que se somam agora ao um numero crescente de objetos cósmicos também recém-descobertos. Esses aglomerados são conjuntos de mais de 100 mil estrelas primitivas, que estão entre os objetos mais antigos do universo.
Apenas 158 aglomerados globulares eram conhecidos na Via Láctea até que o telescópio VISTA do Observatório Europeu do Sul localizou dois novos, chamados de VVV CL001 e VVV CL002. O aglomerado descoberto, VVV CL002, é um grupo pequeno e fraco de estrelas que pode ser o aglomerado globular mais próximo do centro da Via Láctea conhecido. Astrônomos sugerem que  Ao VVV CL001 é gravitacionalmente vinculado ao outro aglomerado, o UKS 1 – o que faria desses dois objetos o primeiro par binário de aglomerado globular da Via Láctea. As descobertas de novos aglomerados globulares em nossa galáxia são muito raras. Antes da recente descoberta, um novo aglomerado só havia sido localizado em 2010.

O telescópio Vista foi montado no Observatório Paranal, que fica localizado no deserto do Atacama, no norte do Chile. O mais novo equipamento de observação da ESO possui uma câmera de 3 toneladas que contém 16 sensores especiais de luz infravermelho, captando um total de 67 milhões de pixels.
FONTE:

Um comentário:

  1. ae meu velho blog show
    eh estrela pra carai
    vlw

    ResponderExcluir

Deixe seu comentario, opinião, ou sugestão:

Related Posts with Thumbnails